A Brazilian Nuts surge do sonho de Breno Salek, que durante viagem para a Austrália em 1993 para aprimorar seu inglês, conheceu a alimentação natural, que já era amplamente praticada por lá.


“Avalon Beach, Australia em 1993”

Enquanto no Brasil o café da manhã era composto por pão com manteiga, café ou achocolatado, na Austrália, a Granola com frutas secas e castanhas já era muito comum. Era a garantia saudável de saciedade por horas a fio, hábito que Breno manteve na volta para o Brasil.


Na época, ficou tão empolgado com o potencial do produto que chegou a fechar um contrato de fornecimento de granola para a maior linha aérea do país. 


Mas a vida o levou para outros caminhos, uma carreira corporativa de mais de duas décadas como gestor nos segmentos esportivo, cosmético e de alimentação. Em uma destas empreitadas, conheceu Paulo Schwarz, com quem compartilhava uma de suas paixões: o surfe.


Após viagens ao exterior, uma questão sempre veio à tona: por que tão poucas marcas brasileiras se aventuram por um lugar ao sol no mundo? Como no setor de alimentação somos protagonistas globais, será que não há oportunidades ainda não exploradas de sermos muito mais do que o “celeiro do mundo”?

Pensando nisto, Breno e Paulo se juntaram para desenvolver a Brazilian Nuts, uma marca jovem e contemporânea que traz o melhor das frutas e castanhas genuinamente brasileiras, pensando na valorização do produtor local e na saúde e bem estar de nossos clientes e suas comunidades.